Metade dos jovens diz saber como esconder dos pais vestígios de navegação na web


[tweetmeme]

Metade dos adolescentes afirma saber como esconder vestígios de navegação na internet dos pais. Essa é uma das constatações do estudo “A vida secreta dos adolescentes: o comportamento dos jovens na web”, apresentado pela empresa de segurança McAfee nesta quarta-feira (10). De acordo com a pesquisa, 53% alegam ter formas de esconder as atividades online para os responsáveis.

Entre os principais artifícios que os jovens dizem usar para “driblar” os pais estão o a limpeza do histórico do navegador e a ocultação de janelas, quando responsáveis se aproximam.

O levantamento, que tem como objetivo indicar como os adolescentes brasileiros (de 13 a 17 anos) se relacionam com a internet, mostra que este público tem “total confiança” na segurança do que eles fazem na rede: 79% afirmam saber como manter a segurança online.

No entanto, 72% têm algum conhecido que sofre bullying (intimidação realizada por meio de ações intencionalmente hostis e repetidas), metade já infectou o PC com vírus ou spywares acidentalmente, 25% já tiveram informações pejorativas publicadas na rede e 20% tiveram senhas roubadas.

Uso da web e redes sociais

Os adolescentes brasileiros usam muito a internet. Segundo o estudo, 77% acessam a rede em média de seis a sete vezes por semana. Isso, de certa forma se justifica, pois boa parte dessas pessoas já “praticamente nasce usando a rede” e “já está acostumada a compartilhar e trocar informação desde cedo”, explicou Alexandre Momma, diretor de Atendimento da TNS, empresa que fez a pesquisa para a McAfee. Um pouco menos da metade dos entrevistados afirmou ter contato com a rede há mais de quatro anos.

No que diz respeito a redes sociais, oito em cada dez internautas adolescentes acessam redes sociais. Desses, 71%  atualizam frequentemente seus perfis e 46% têm o costume de fazer alguma menção ao local onde está.

“O adolescente, por exemplo, posta no Twitter que está no cinema. Ainda que a informação pareça simples, isso pode fazer com que um usuário mal intencionado use isso para entrar em contato a família para simular um sequestro”, explicou José Matias, gerente de suporte técnico da McAfee, sobre os perigos da exposição da localidade.

O que o adolescente faz na internet

Na pesquisa também foram abordadas as dez atividades que os jovens mais realizam na internet. Dentre elas, sete apresentam riscos na navegação ao internauta: acessar sites e redes sociais (83%), upload e compartilhamento de fotos (67%), upload e compartilhamento de vídeos (57%), ler e postar mensagens em fóruns (37%), posts em blogs pessoais (36%), chat com desconhecidos (31%) e serviços que informam a localização (5%).

A pesquisa foi feita em setembro com 400 adolescentes brasileiros com faixa etária entre 13 e 17 anos, que se conectam em ambientes online ao menos uma vez por semana.

Fonte: UOL

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s