Al Jazeera faz reportagem sobre a lei eleitoral do Brasil


[tweetmeme]

A lei eleitoral que proíbe a “ridicularização de candidato, partido político ou coligação” conseguiu, além de tirar a graça das eleições brasileiras, ridicularizar o próprio país perante a comunidade internacional. Dezenas de veículos estrangeiros fizeram reportagens sobre a proibição e, nesta quarta-feira (25), foi a vez da rede árabe Al Jazeera (sediada no Catar), que levou a todo o Oriente Médio – região onde a liberdade de expressão é violada sistematicamente – uma reportagem sobre o tema.

No vídeo, a emissora afirma que a lei não deve ser modificada, apesar dos protestos, e que a eleição “deve dar muitos motivos para rir, apesar de as piadas estarem proibidas”.

O Brasil, uma democracia consolidada, censura seus humoristas no período eleitoral, e o caso é retratado pela Al Jazeera, uma emissora que representa as reformas liberais implantadas por Hamad Bin Khalifa Al Thani, o xeique do Catar, desde que assumiu o comando do país, em 1995. Uma de suas estratégias para aproximar o país do ocidente foi promover a liberdade de expressão, acabando com o Ministério da Informação e permitindo a estruturação de empresas de comunicação como a Al Jazeera. É, no mínimo, irônico.

Fonte: José Antonio Lima
Redação Época –Eleições 2010

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s