60% das pessoas que fazem regime não procuram orientação médica


Em busca de um corpo magro, algumas pessoas se submetem aos mais variados tipos de dietas, na maioria sem acompanhamento médico. Uma pesquisa feita no Brasil mostra que 60% das pessoas que fazem regime não consultam um médico ou nutricionista e preferem se aventurarem sozinha pelo vasto mundo das dietas.

Algumas dietas bem conhecidas até têm sua parcela saudável, como a vegetariana, da ração humana, mas a maioria beira ao exagero, como exemplo, uma na qual a pessoa opta por comer apenas alface e tomar apenas água, ou tomar sopa em todas as refeições.

Outra bastante difundida é espremer um limão e tomá-lo puro logo ao acordar. Fora o uso de medicamentos para emagrecer, que veem aliados a estas dietas.

A restrição alimentar geralmente vem acompanhada de perda de peso, mas quase regra, leva junto ao efeito sanfona, de engordar e emagrecer, o que não é saudável.

E a mania de regimes não é um desafio apenas para os brasileiros. Estima- se que no mundo inteiro sejam gastos mais de US$ 50 bilhões por ano em dietas. E os artifícios para emagrecer incluem uma legião de produtos diet e light. Fonte: R7 com informações do Jornal da Record – Postado por Juliana Simioni

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s