Jogos banidos no Brasil


CesuraNão é de hoje (nem vai acabar tão cedo) que alguns jogos são banidos e tirados das lojas – óbvio, que isso não quer dizer que as pessoas deixem de jogar por isso –, o último foi o novo “Wolfenstein”, que foi banido na Alemanha.

O game remete ao nazismo. Então, não precisa pensar muito pra saber qual foi o motivo dos alemães quererem censurar o jogo. Já que a versão germânica, diferente do resto do mundo, deveria esconder todas as suásticas presentes no game, porém os produtores escorregaram e uma passou despercebido, e por isso, pronto, o game foi banido.

Essa é apenas algumas das histórias sobre os “não-pode” dentro da indústria do games. Nós do MSN Jogos, intrigados com certas ações, vamos relembrar à vocês alguns games que também tomaram um banho de água fria e não puderam fazer parte das prateleiras politicamente corretas do Brasil. Aí vão eles:

Bully
Bully
O jogo do garoto chato (como já diz o nome) e nada correto, que toca o terror com os coleguinhas da escola, disse adeus às prateleiras brasileiras por “ser inaceitável” um jogo conter cenas de um garoto que beija garotas e garotos, briga, vai mal na escola, desrespeita diretores e etc. Apesar do jogo mostrar a podridão presente em diversas escolas norte-americanas, ele foi banido do mercado brasileiro.
Counter Strike
Counter Strike
O famoso jogo de tiro em primeira pessoa em que você luta contra terroristas, não precisa só de estratégia e trabalho em equipe para rodar – precisa conter uma dose a menos de violência. Durante um ano e meio a comercialização de livros, encartes, revistas e CD-ROMs de Counter Strike foi proibida no Brasil por conter cenas de “violência excessiva”. Contudo, a decisão indigesta foi revista e o jogo voltou a ser vendido nas lojas desde julho de 2009.
EverQuest
O jogo da Sony, que ficou conhecido por popularizar o gênero de MMORPG, também não passou ileso. A sua comercialização foi banida em território brasileiro porque “leva o jogador ao total desvirtuamento e conflitos psicológicos ‘pesados’; pois as tarefas que este recebe, podem ser boas ou más”, de acordo com o inquérito de apreensão do jogo.
Carmageddon
Com a história baseada no clássico filme de 1975, Death Race 2000, Carmageddon é o primeiro da série de jogos eletrônicos de corrida graficamente violentos. Ou seja, por aqui quanto mais pessoas você atropela mais pontos você acumula. Para tudo! Além dos gamers quem aceitaria “brincar” de um jogo anárquico assim? Pois bem, não aceitaram mesmo e o jogo foi censurado e retirado das lojas, por “causar um impacto de violência em demasia”.
Grand Theft Auto
O polêmico GTA não ficaria fora da lista, afinal “O grande ladrão de carros” não soa muito título de quem reza antes de dormir. Porém, contraditório ou não, não são todas as pessoas que sentem vontade de roubar carros e massacrar cabeças depois de jogar GTA. O estranho, na verdade, é quando isso realmente acontece. Mas como o bom senso, às vezes, não é acessório muito utilizado entre as cabeças vigentes, o jogo foi banido no Brasil por também conter cenas de violência.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s