Por que temos prazer?


Alguma vez você já se fez esta pergunta: Por que temos prazer? E esta: Por que gostamos de comer? E você já parou para pensar como o prazer de comer chega aos nossos sentidos? Sentidos são os órgãos por meio dos quais nos relacionamos com os objetos exteriores (visão, olfato, paladar, tato e audição). Porém, para haver uma química entre o alimento e o indivíduo, o objeto em questão pode passar por todos os crivos acima, mas se não proporcionar o PRAZER não terá sua missão cumprida com louvor!

Para que esta sensação tão complexa tenha início temos que entender que a percepção dos sabores (paladar) por nossas papilas gustativas (localizadas na língua) vão muito além do doce, do ácido, do amargo e do salgado, existe um quinto sabor chamado umami, que contribui para aumentar a confusão dos sabores…Existem outros fatores envolvidos na construção dos sabores, a crocância de um alimento, a percepção da temperatura, os valores históricos e culturais, estes irão interferir na avaliação das sensações.

Várias dicas que damos a vocês contribuem para que as sensações sejam sentidas:
– “devagar e sempre”, este é o lema. A mastigação é fundamental para melhorar a promoção do aroma e do gosto dos alimentos;
– excesso de sal e óleo modifica o gosto dos alimentos, além de prejudicar a saúde;
– plantas aromáticas apresentam propriedades antioxidantes, além de contribuírem com aroma e sabores especiais aos alimentos. Exemplos de plantas aromáticas: tomilho, alecrim, sálvia, manjericão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s